quinta-feira, 12 de julho de 2012

Vivendo Milagres



Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.
E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?
E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?
Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?
Mateus 7:7-11
Hoje foi um dia incrível. Fomos ver um filme 3D pela primeira vez com o nosso garotão. Eu estava tão preocupada que cheguei até a ter pesadelos... Eu me preocupava dele não conseguir usar os óculos, me preocupava de não conseguir assistir. No pesadelo, a gente ficava sentado na escadinha por não ter lugar no cinema. Isso que é ficar preocupada, né?
Mas, eis que chega as 14h30 e saímos de casa para o cinema. Meu garotão estava super animado. Não sabíamos o quanto ele estava entendendo da aventura do dia, mas ele agitava os bracinhos, ria, cantava e assim foi durante todo o caminho para o cinema. Quando chegamos no shopping, a surpresa: um monte de criança correndo para todos os lados, uma fila enorme, 15 minutos de fila e... lotação no cinema esgotada!! Ai, que triste! Não dava nem pra assistir na escadinha....

Felizmente, minha irmã com acesso à net no celular achou um outro cinema (o mais perto de casa, acreditam?) e saímos correndo pra pegar essa sessão. Corremos pra bilheteria e conseguimos ingressos. Como lá não tem cadeira numerada, fomos logo pra fila esperando a hora de entrar na sala de cinema. O Garotão estava feliz da vida, animado, balançava as mãozinhas, agitado, apontava (encostando a mãozinha) os bichinhos do “Era do Gelo”, e ficou esperando.Quando entramos, ficamos com medo do escuro, pois na última vez que fomos ao cinema, ele chorou quando deu de cara com a escuridão, mas aí, ele entrou tranqüilo, sem chorar, e aí, veio o  milagre.

Tínhamos combinado com o meu esposo que ele compraria as pipocas depois que entrássemos e marcássemos os lugares. Assim que entramos, o Garotão viu um pacote de pipoca e apontou como se fosse pedindo! Gente, eu quase chorei (sou chorona, né?) no cinema. Ele chorou, claro, quando o papai foi buscar a pipoca, tanto de saudade do papai como de ansiedade pela pipoca.

Meu marido trouxe pipoca pra mim e para minha irmã e o Garotão pegou logo o pacote de pipoca dele e atacou. E, para completar a grande sessão: ele assistiu quase que o filme inteiro sentado! Ele ria, vibrava, balançava mãozinhas, foi uma curtição total!
Apesar de toda a confusão do início, essa sessão cinema será considerada inesquecível...
Ah, claro, ele não colocou os óculos 3D!!! Tudo bem, mesmo assim ele curtiu. Fiquei com medo dele ter dor de cabeça, mas ele não reclamou de nada. E, uma coisa interessante: onde assistimos o filme, tinha gente sentado na escadinha... hihihi.

Viva o cinema!!!