segunda-feira, 25 de março de 2013

E a Princesa chegou!!!

Emanuelle chegou sexta, 22 de março de 2013, as 4h29 da manha... De PN!!
Nasceu com 3,385kg e 46cm. Linda!!!
Um beijo!!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Pérolas do Garotão: Beijo no papai... sem interesse?



Garotão (3 anos 9 meses) almoçando como papai. Como ele estava tossindo muito e bem congestionado, estava ruinzinho de comer.
De repente, lasca um beijo no braço do papai. Papai derretido, pega o Garotão no colo. E papai oferece comida de novo. Garotão lasca outro beijo, agora na bochecha do papai. Papai novamente, não dá comida. E, a cada tentativa de dar uma colherada de comida, Garotão dava um beijo no papai.
Resultado? Garotão não almoçou nada, papai todo bobo, orgulhoso do monte de beijo que ganhou.
Será que eram beijos sem nenhum interesse?

terça-feira, 19 de março de 2013

Momentos memoráveis: Olhando nos olhos



Mas Maria guardava todas estas coisas, conferindo-as em seu coração. 
Lucas 2:19
Sábado (16.03.13) tivemos um dia muito corrido (prometo passar aqui em breve para contar). Nessa correria, acabei deixando Garotão (3 anos 9 meses) quase que o dia inteiro com a minha mãe.
Na segunda-feira, parei para conversar com o Garotão pra explicar o que aconteceu. Foi a coisa mais linda: na hora do café, enquanto conversávamos, ele me olhava nos olhos, bebendo as palavras que eu falava.Era perceptível o quanto ele entendia o que falávamos.
Normalmente, a gente fala e ele está fazendo outra coisa, geralmente brincando ou ele tá cantando... mas dessa vez, ele estava simplesmente prestando atenção...
Mas um momento para guardar no coração.

quarta-feira, 13 de março de 2013

Pérolas do Garotão: “Desliga Chuveio!”



Ontem (11.03.13) morremos de rir. Tínhamos que sair bem cedo porque eu tinha ultrasonografia logo cedo (39 semanas). E, claro, dar banho no Garotão (3 anos 9 meses) sem ele pedir costuma ser uma luta. Meu marido se responsabilizou por essa parte.
Então, o Garotão entrou brigando e de repente, ouvi lá do quarto:
“Emanueie, desliga o chuveio!”
Pois é, ele chamou a irmãzinha para desligar o chuveiro. Não adianta pedir mamãe, não adianta pedir papai... quem sabe a irmãzinha atenderia o pedido dele?

=============================================================
* Emanueie = Emanuelle, a irmãzinha

terça-feira, 12 de março de 2013

Ultrasonografia de 39 semanas – Buscando a Paz na Fonte



Ontem (11.03.13) foi um dia particularmente tenso. Estamos na expectativa da chegada da princesa desde que meu marido chegou de viagem. Mesmo que eu tenha colocado em minha mente como DPP sendo a data limite, as 42 semanas, lá dentro do meu coração ainda há o desejo que ela chegue a qualquer momento.

Então, ontem eu fiz ultrason. A minha expectativa é que o médico já desse um sinal de que a chegada da princesa estava próxima. Mas, tivemos uma não tão boa notícia: o crescimento da princesa foi muito abaixo da curva. Fiquei muito preocupada, porque fiquei com muito, muito medo da minha GO querer fazer uma cesárea para tirar a menina. Mesmo o médico explicando a limitação do exame por causa da impossibilidade de medir toda a circunferência abdominal e craniana (a Princesa tava muito baixa, o aparelho não estava pegando!), o medo permaneceu. Além disso, ele mediu o Grau II da placenta, o que significava que a neném aguenta bem no útero ainda...

Quando saí da ultra, fui ao shopping comprar as últimas coisas que faltavam... fui, pensando que a qualquer hora poderia entrar em TP. Mas, com a posição da ultra, fiquei muito, muito triste, e ainda muito nervosa. De noite, senti muitas dores, tanto na virilha como na bacia e nas costas.

Mas, hoje, acordei 6h da manhã e não aguentei ficar na cama. Resolvi então fazer algo que estava adiando: a minha lista de versículos bíblicos para o parto. Sabe como sentir sua alma sendo refrigerada, como se todo o medo, todos os temores se dissipassem?

Exatamente!

Me senti como em um dia quente, tivesse entrado dentro de um rio tranquilo, fresquinho, e me deixado levar pela correnteza, na tranquilidade que estava sendo carregada em segurança, podendo deitar e confiar. Simplesmente porque voltei para a Fonte.
Eu sempre soube que a Palavra de Deus nos traz refrigério. Foi uma busca muito gostosa, foi delicioso me deleitar na Palavra. E, comecei a fazer a lista. Não, ainda não terminei. Mas, vou terminar mais tarde, vou me deleitar nesse Rio...
E, um dos pontos que marquei:
- Quando estiver angustiada
Na minha angústia invoquei o Senhor, e Ele me ouviu e me libertou.” (Salmo 118.5)


Exatamente o que Papai do Céu fez hoje! E, para ainda reforçar que Papai do Céu está no controle, passou uma das músicas que eu estava cantando num Grande Coro quando estava grávida do Garotão, exatamente nessa mesma idade gestacional...
Mais uma coisa gostosa pra me deleitar no Senhor!

Primeira Semana de Aula – 2013



Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus.
Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. 
2 Coríntios 4:15-16
Finalmente, consegui voltar para relatar como foi a primeira semana do Garotão (3 anos 9 meses). As aulas do Garotão só começaram no dia 18 de fevereiro, logo depois do carnaval e desde então, só agora consegui parar para escrever sobre essa semana tão incrível.
A segunda-feira desse dia tão especial foi uma correria só. Eu tive ultrason pela manhã e GO à tarde, então, eu teria que voltar da ultrason, pegar o meu filho na casa da minha mãe e depois correr. Foi a primeira vez que encaramos o primeiro dia de aula com todas as crianças juntas (nos outros anos, a minha pós graduação sempre batia com o início das aulas, então, o Garotão só voltava pra escola 15 dias depois). E estávamos ansiosos pra saber como seria que o Garotão encararia tudo...

Saímos correndo da casa da minha mãe para levá-lo à escola. Ao chegar lá, o Garotão já queria ir direto para a salinha dele antiga. Só que a além da sala dele ter mudado, teve um encontrão no refeitório com todas os pais, crianças, enfim, um barulhão, uma confusão... Para o Garotão foi insuportável. Ele chorou muito! Não queria ficar, não queria entrar, queria ir pra salinha antiga! Não queria ficar ali, no meio do barulho, queria ir pro sossego da salinha!

Quando acabou a reunião, fui levá-lo para a salinha nova. Foi horrível. Ele chorou mais ainda, se recusou a entrar. Nem com a estagiária, que ficou com ele desde o ano passado, ele aceitava ir pra sala. Então, como eu estava mais que correndo, acabei deixando ele chorando... Quando fui buscá-lo, descobri que ele chorou até dormir (ai, meu coração!) e que não tinha feito nada...

Mas, o dia seguinte, foi a grande surpresa: levamos o Garotão para a escola e ele já foi direto para a salinha nova. Foi entrando na sala, sem problemas, sem choros e reclamações. A única coisa que ele quis, foi dar um abraço gostoso antes de entrar na salinha nova. E, ele foi direto para o colo da estagiária. Voltamos pra casa felizes com uma adaptação tão rápida. Mas, no dia seguinte teríamos mais surpresas.

Dessa vez, além de ir andando para a salinha, ele chegou na escola virou e disse: “Tchau mamãe, tchau papai” e foi pra salinha! Foi incrível! Ficamos emocionados com tamanho avanço. Foi a coisa mais linda! Adaptação linda!

sábado, 9 de março de 2013

Contagem Regressiva: 39 semanas



Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva;
Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite;
Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão.
Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão;
Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas.
Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; 
1 Tessalonicenses 5:1-6

Pois é, reta final mesmo!!! Pela minha contagem, faltam 3 semanas, mas todos sabem que a qualquer hora é hora! Na verdade, apesar de saber disso tecnicamente, meu coração ainda não ‘assumiu’ essa possibilidade, talvez por dois motivos: primeiro, porque para me proteger da pressão dos outros, joguei a data do parto como se fosse o limite das 42 semanas. E, segundo, porque estou tão cheia de coisas pra resolver ainda, que ainda a ficha não caiu.

Mas, na quinta (07.03.13) fomos comprar o brinquinho da Princesa e a maioria das pessoas falando: já está quase na hora, né? Está tudo pronto? A mala tá pronta?
Não, a mala não tá pronta, as coisas não estão todas prontas. Por quê? Porque fico pensando que quando eu entrar em TP (trabalho de parto) terei tempo de arrumar as coisas, que não irei imediatamente para a maternidade, enfim, porque sou brasileira e deixo tudo pra última hora... hehehehe

E, nesse passeio em busca do brinco da Princesa, eu parei para pensar na nossa maior expectativa: a volta de Cristo. A Bíblia compara a volta de Cristo como o momento que vem as dores do parto. A gente percebe os sinais, e sabe que a hora está próxima... E a volta de Cristo é assim também. Eu não estou totalmente preparada para a chegada da Princesa, mas estou para a volta de Cristo.

Sei que em breve ele estará voltando, “os sinais da sua vinda mais se mostram cada vez”, e que Ele nos levará para habitarmos para sempre com Ele, onde não haverá mais choro, nem pranto, nem dor... E, principalmente, viveremos para sempre com Ele!

E, curiosamente escrevo:
Vem, Emanuelle, mamãe, papai e irmãozão estamos te aguardando!
Maranata, vem Senhor Jesus!!!

terça-feira, 5 de março de 2013

Desfralde de uma criança autista: o primeiro xixi no vaso



Grande em conselho, e magnífico em obras; porque os teus olhos estão abertos sobre todos os caminhos dos filhos dos homens, para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas obras;
Tu puseste sinais e maravilhas na terra do Egito até ao dia de hoje, tanto em Israel, como entre os outros homens, e te fizeste um nome, o qual tu tens neste dia. 
Jeremias 32:19-20

A luta pelo desfralde tem sido pesada. Temos tentado tirar a fralda por completo durante o dia, inclusive na escola. Mas a sensação é que não tínhamos nenhuma evolução.
Estamos vivendo um momento de xixi no chão, sem avisar, ou recusa em ir ao banheiro quando oferecemos. Na hora do cocô então... esse está mais difícil. Nem um sinal de que as coisas vão andar.

Tivemos dois episódios que nos animaram muito, bem parecidos: o Garotão (3 anos 9 meses) fez xixi no banheiro, mas ainda na porta: uma com o calção outra ele teve tempo de tirar a cuequinha.

Mesmo com esses avanços, os acidentes ainda eram frequentes. O Garotão simplesmente não pede e nem se manifesta sobre o momento de ir ao banheiro! E, também, não vai ao banheiro fora de casa. Tanto que no sábado, levei-o à igreja para o ensaio do coral sem fraldinha. Levei-o ao banheiro algumas vezes e nada... depois, precisamos sair e ele fez xixi numa loja.

Na escola, a estagiária o leva várias vezes ao banheiro, mas ele não faz. E, acontecem duas situações: ou ele faz na escolinha no chão, ou segura até chegar em casa (morro de medo de infecção urinária!)

Mas ontem, ah... ontem (04.03.13), foi um dia de se emocionar, dia de chorar de alegria. Eu estava sentada na sala, com um bocado de dores nas pernas, costas e virilhas (afinal, estou com 38 semanas, né?) e o Garotão pediu para lavar a mãozinha no banheiro. Pedi pro Garotão lavar a mão sozinho e de repente, ele começou a chamar mamãe. Pedi pra minha irmã ir ver. Em pouco tempo, ele gritou: “xixi!”, achei que ele tivesse feito no chão, ou sujado tudo... pedi a minha irmã pra ver de novo e o Garotão...

Tinha feito xixi no vaso! Levantei correndo (ai minhas dores!) e cheguei lá, vi o Garotão pulando, correndo, feliz da vida... Ele me beijou um monte, eu o beijei muito... E chorei muito também. Ficamos muito, muito felizes. E, ver o Garotão comemorando junto, puxa vida! Que coisa gostosa! E, como ele me beijava, feliz da vida.

Algumas coisinhas que me marcaram muito:
1.     Sei que esse momento de ir ao vaso pode ter sido uma pérola, algo que apenas começou e que demore a se repetir. Não tem problema, vou guardar esse momento pra sempre em meu coração. Foi apenas o primeiro passo para uma grande vitória;
2.    A felicidade dele ao fazer xixi no vaso: a felicidade dele foi incrível. Parecia que ele também estava esperando pra conseguir. Parecia que ele também estava preocupado com o fato de não conseguir fazer xixi no vaso. E, por isso comemorou tanto. E, isso me fez pensar o quanto apesar de não parecer, ele está ligado nas coisas que o cercam, nas dificuldades que ele tem. Então, eu tenho que me concentrar e apresentar as dificuldades dele, conversar. Não somente falar dele, mas falar com ele, compartilhar com ele.
3.    Ah, claro, para cada fato, sempre tem um lado cômico, não é? Meu marido ainda está embarcado. Mas, assim que o Garotão ‘esqueceu’ o lance do xixi, liguei pro meu esposo e o chamei no geral. A equipe dele toda está em estado de alerta por causa do meu estado adiantado de gravidez.  Ele veio correndo pro telefone (ele estava num guindaste) e atendeu todo assustado. Ô dó! Tipo, eu sabia que ele poderia ficar assustado, mas, um presente desses não dá pra contar no dia seguinte, né?

domingo, 3 de março de 2013

Seguindo a voz de quem ama



As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; 
João 10:27

Puxa vida!! Olha só o que aconteceu há um mês atrás e não postei!! Espero que vocês ainda curtam, mesmo sendo algo um mês atrasado!

“Estamos aqui, com 34 semanas e vendo o quanto é lindo uma Princesa tão pequena já sentindo e respondendo o amor de toda a família.
Uma coisa incrível pra mim é o quanto a Princesa segue a voz das pessoas mais próximas, principalmente o pai e o irmão (3 anos 8 meses). Quando ela ouve a voz de um dos dois, a festa é incrível. Ela pula demais na minha barriga... e ela se desloca sempre em direção a essas vozes tão amadas.
O papai disse que uma noite dessas, ele ficou estudando até tarde e eu fui dormir. Ele chegou, me deu boa noite e deu boa noite à Princesa... e ela respondeu aos chutes e sacudidas (e eu, feliz da vida, não acordei! Que ótimo! Eu sempre acordava com os chutes do Garotão. Com a princesa, eu simplesmente durmo!). E agora que o papai viajou, ela fica praticamente na expectativa da voz e das estripulias do Garotão.
Um outro super episódio de amor: estávamos na igreja e algumas jovens vieram bem animadas para ver se a Princesa ia se mexer... A Princesa claro, ficou bem quietinha... ao meu lado estava a minha cunhada (casada com o meu irmão), que começou a falar... a Princesa simplesmente se juntou pro lado da tia, afinal, essa voz, ela conhece bem, e já ama.
São episódios lindos, que me fazem pensar em um momento que ela irá ouvir a voz do Salvador, a voz do Bom Pastor. Eu, como mãe, tenho que apresentar a ela (tanto a ela como ao Garotão) essa voz tão gostosa, para que eles reconheçam e se rendam aos pés do Pai de Amor.”
Quero Ouvir A Voz de Deus

Como será ouvir a voz de Deus?
O Criador do Universo

Ele falou e tudo aconteceu
Sua voz é poderosa
Fez o céu, a Terra e o mar
Com apenas uma palavra
Tudo Ele pode mudar

Quero ouvir a voz de Deus
Quero conhecer
A voz do Deus que me criou!



sexta-feira, 1 de março de 2013

Contagem Regressiva: 38 semanas



Grandes são as obras do SENHOR, procuradas por todos os que nelas tomam prazer. 
Salmos 111:2
O tempo está voando! Parece que foi ontem que descobrimos no susto que estava grávida. Se fosse na minha primeira gravidez, estaria na expectativa de que a qualquer estaria entrando em trabalho de parto e indo para maternidade... mas, conhecendo o meu corpo que gosta de uma gestação meio de elefante (é, minha gestação costuma ser de 10 meses, só porque a primeira foi assim), estou bastante tranquila... às vezes nem sinto que já estou com os meus 9 meses de gravidez...

Isso aconteceu por alguns motivos: um, porque descobri a gravidez já com dois meses... então parece que está faltando um mês aí que nós não vivemos, né? Dois, porque para evitar cobranças em relação à data do nascimento como na primeira gravidez, já anunciamos que o neném nasce até 25 de março, que é o limite seguro da GO (pouco antes das 42semanas) e, creio que ainda mais por isso, o meu marido está embarcado em plena reta final. Creio eu que, quando ele chegar, a ansiedade vai tomar conta como deve ser normalmente.

Mas, essas duas últimas semanas que não compartilhei tivemos muitas novidades:
- Ultrason: estamos todos bem, e a Princesa tem um monte de cabelo! Eu fiquei impressionada com o quanto dá pra ver cabelo na ultrason... Ela estava com quase 3kg, mas a estimativa é que ela seja baixinha... 45 cm... tá ótima.


- Consulta com o GO: Estamos bem, estou conseguindo manter o crescimento da neném e ainda perder peso. Estamos chegando aos 80kg! Levei um sustinho esses dias: viajei com a turma da igreja e acabei extrapolando (piscina, caminhadas, Garotão – 3 anos 9 meses – no colo) e fiquei com muitas dores e com muita umidade. Comecei a ter medo de estar perdendo líquido. Mas, foi apenas uma alteração de pH, nada demais. Graças a Deus! Segundo a GO, a neném espera o papai chegar tranquilamente.
- Chá de bebê: foi lindo! Muito gostoso! Foi muito bom aprender, crescer e brincar com os amigos. Ganhamos muitos presentes lindos!!!
- Ansiedade: Sim, e controversa. Ao mesmo tempo que fico ansiosa pra ter algum sinal de que o corpo está caminhando para um trabalho de parto, tenho medo, porque às vezes acho que não estou preparada para começar tudo de novo e lidar com duas crianças pequenas. Além de que meu marido está embarcado, ou seja, qualquer sinal de TP iria me deixar ainda mais maluca.
E, agora é ficar na expectativa pra chegada do papai e da princesa!
Um beijo!!!