segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Enfim, mais lutas



Quando parece que as coisas vão melhorar... nem sempre elas melhoram. Fiquei um tempão afastada do blog porque tinha que terminar o meu trabalho da pós. Só que, durante esse tempo de trabalho, nosso Garotão ficou extremamente birrento, agressivo, resmungão... eu não estava acreditando.

Nem mesmo as brincadeiras estavam rendendo. Nem brincar de contar de 1 a 60, nem falar o alfabeto... se errasse a ordem, desencadeava uma crise tão grande que desanimava brincar de novo.

Lembram-se do que postei em agosto?Pois é, meu filho conseguiu ficar ainda pior. Só que era apenas em casa. Perguntei na escola se houve alguma mudança, mas parece que essa mudança era só em casa. Na terapia com a psicóloga, conversei com ela... pensei que pudesse ser a mudança dequarto, ou os remédios da gripe que ele teve... mas a psicóloga estava achando que como durante a gripe, ficamos em cima dele, talvez ele estivesse sentindo falta do mimo.

Passamos umas duas semanas assim, brigas, birras, agressividade... tenso, tenso, tenso. Mas, foi só acabar o meu trabalho que o nosso Garotão foi diminuindo as birras... e eu achando que poderíamos voltar a viver como uma família tranquila, nosso garotão voltou a dar febre.

É, foram duas semanas muito tensas. Mas, hoje, eu posso dizer que estamos bem melhor como família. Estamos conseguindo novamente brincar, cantar e até jogar futebol (nosso garotão começou a chutar bola!)!!!!!!!!!!!!!!!!!