terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Feliz 2014!!


Nem acredito que já estou escrevendo Feliz 2014! Parece que foi ontem que escrevi o “Feliz 2013!”, ainda grávida da Princesa...

Lembro-me que entrei 2013 cheia de medos, preocupada em como lidar com o Garotão e a chegada da Princesa, com tantos desafios a serem enfrentados... Eu tinha certeza que 2013 seria um ano muito complicado.

Então, ao fim de 2013, voltei e li tudo o que postei esse ano e vi que mesmo em meio a tantas lutas, as vitórias foram incríveis... Que ano intenso! Cada luta que se apresentou, resultou em vitórias grandiosas, para serem comemoradas com fogos de artifícios.

E, para 2014 não tenho grandes sonhos, grandes propostas. Apenas sei que vou continuar contando com as misericórdias diárias do Senhor e quero continuar vivendo um dia de cada vez. Quero ver os meus pequenos crescendo, se desenvolvendo. Quero continuar comemorando pequenas vitórias com grandes festas e assim, renovando a esperança e sentir as misericórdias diariamente sobre nossas vidas...

Meu desejo para todos vocês é que vocês sintam e percebam as misericórdias do Senhor se renovando sobre a vida de vocês. Que a chance de recomeçar não seja apenas no dia 1º. de Janeiro de 2014, mas que se renove a cada dia!
E, claro,

Feliz 2014!!!

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

A Melhor Companhia para o Natal


eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.
Mateus 28:20


Mais um ano se passou e mais uma vez, é Natal.
E, esse Natal está sendo o mais diferente de todos os tempos para nós. Tudo que consideramos comum nesse dia, aqui não teremos. Nada de Ceia, nada de Presentes, nada de Cantata...

O que mais tem feito falta pra gente tem sido o fato de não estarmos envolvidos com nenhuma Cantata de Natal. Nem ensaiamos, nem participamos, nem assistimos... E nem as crianças participaram. Como mudamos de igreja, não tivemos tempo suficiente para nos envolvermos na nossa igreja e ensaiarmos para cantar e nem levar as crianças. Então,não tivemos cantata.

Também hoje não teremos ceia. Tivemos no domingo, para aproveitar o máximo possível da família junto, antecipamos a ceia para o domingo... mas, como marido está trabalhando, também não estaremos comemorando com a família dele.

Não temos presentes. O tempo que meu marido esteve em casa foi tão corrido, que nem tivemos tempo de comprar presentes para a família. Ganhamos presentes, mas não presenteamos. Nossa árvore só tem um presente, que foi feito voluntariamente pelo Garotão para o papai (que eu não posso contar aqui, porque é uma grande surpresa).

Além disso tudo, estamos vivendo um momento muito triste por aqui: o nosso estado está sofrendo com uma semana de chuvas intensas e ininterruptas. Como resultado, quase todo nosso estado está debaixo d’água. Estamos bem, é verdade, mas é impossível estar tranquilos sabendo que mais de 40 mil pessoas aqui estão fora de seus lares e irão passar essa noite em abrigos, junto com outras pessoas que também perderam tudo. E, sempre que olho pela janela e não vejo nem um raio de sol, penso que a situação dessas pessoas não sinaliza mudança. Será que alguém tem ânimo para comemorar o Natal?

Sim, eu tenho porque eu tenho visto a promessa de Jesus se revelando a cada dia. Ele prometeu que estaria conosco mesmo com toda a chuva, certo? E ele está. Em meio a tanta chuva, tenho visto muita gente se mobilizando para tentar alegrar o Natal dessas pessoas. Muita gente cuidando dessa turma que perdeu tudo. E é nisso que vejo Jesus. Ele está aqui comigo enquanto escrevo, e está com as pessoas em cada abrigo. O amor de Deus que se revelou naquela noite em Belém, se revela em pessoas que dedicam seu tempo, oferecem mantimentos para aqueles que estão precisando agora.

E, para comemorar isso, não preciso elaborar uma ceia, não preciso trocar presentes. Apenas de noite, estarei ao lado dos meus filhos, estaremos ajoelhados, agradecendo a Deus pela vida que ele nos concede, pelo Grande Presente que Ele nos deu. Agradecer porque estamos em nossa casa, protegidos e abrigados da chuva. Agradecer porque pessoas tem se levantado para ajudar aqueles que precisam.

E, também estaremos de joelhos intercedendo pelas pessoas que estão sofrendo nesse momento. Pedindo que o amor se multiplique nos corações daqueles que estão bem. Para que os bens daqueles que estão ajudando sejam multiplicados, que as energias dos bombeiros e dos voluntários sejam renovadas e que as pessoas que sofrem sejam restauradas. E, pedindo misericórdia ao Senhor, para que essa chuva pare!

E, a todos vocês que nos acompanharam durante esse ano, um Feliz Natal, e não se esqueçam: o Aniversariante está conosco sempre, até o fim dos tempos!

Feliz Natal!