quarta-feira, 7 de maio de 2014

Livramento

                     
O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra.

Salmos 34:7
Mês passado (28.03.14) passamos um grande susto. Tive uma consulta de revisão com a minha médica e fomos para o hospital onde ela tem o consultório (que por sinal, é o mesmo onde os meus tesouros nasceram e onde a Princesa ficou internada). Para chegar nele, é necessário sair da BR e pegar a pista auxiliar.
Meu marido fez a saída com todo cuidado, com antecedência para evitar transtornos. Mas, nem todos são assim, não é? Um caminhão que presta serviço para a empresa de saneamento aqui do estado, entrou com tudo e bateu exatamente na porta traseira, onde a Princesa estava dentro da cadeirinha.
Eu custei a entender o que estava acontecendo. E, do jeito que foi a batida, achei que o motorista iria parar. Mas não. Ele continuou forçando e passou arranhando a porta do nosso carro. Como o trânsito estava intenso, não tinha como sairmos para pegar a pista da direita. O caminhão, sem qualquer cerimônia, continuou passando e simplesmente foi embora...
A primeira coisa que eu pensei foi na minha filha. Ela ficou assustada com o barulho, mas a porta nem ao menos afundou. Apenas arranhou e tirou ‘lasquinha’ do friso do carro.
A outra coisa que eu pensei foi na irresponsabilidade do indivíduo. Ele simplesmente foi embora! Não parou, nem nada... Eu me pergunto se ele não sentiu que bateu, não viu que tinha uma bebê... enfim... simplesmente foi embora...

Ainda bem que o Senhor nos guardou e nada, nada, nada aconteceu à Princesa. Pra mim isso é o mais importante!!!