terça-feira, 13 de novembro de 2012

O irmão e o neném



Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro. 
1 João 4:19
Uma das grandes ansiedades que eu tenho dessa gravidez é o momento em que o Garotão (3 anos 5 meses) sentiria o neném na barriga pela primeira vez.

Ainda não temos noção do quando o Garotão compreende a existência do neném que está na barriga. Só sabemos que ele sabe que a barriga é o neném e que dá beijinho no neném. Sempre que perguntamos onde está o neném, ele aponta para a minha barriga (exceto ontem – 07.11.12 – que quando pedimos para dar beijo no neném, ele beijou a barriga do papai. Será que o papai está tão barrigudo assim?). Então, eu fiquei na expectativa das mexidas fortes do neném atraíssem o Garotão.

Eu senti o neném mexer pela primeira vez antes das 12 semanas (só que morria de medo de dizer, por causa da antecedência. Menos de 12 semanas um neném mexendo? Meio doideira, né?). O papai sentiu o neném mexer pela primeira vez antes de embarcar (17.10.12 – 19semanas 3dias). No dia 23.10.12 (20 semanas e 3 dias) foi possível ver o neném mexendo de fora. Aí, a ansiedade pelo momento que o garotão sentiria/veria foi aumentando. E, passei a viagem do meu marido o tempo inteiro tentando fazendo o Garotão ver o neném... mas nada do Garotão manifestar interesse ou paciência para esperar ver as mexidinhas (ou pulos) do neném..

Até que, durante as nossas férias, o Garotão começou com uma brincadeira de balançar a minha barriga... e nisso, o neném passou a responder! E, ficaram uns cinco minutos: Garotão sacudindo a barriga, Neném chutando a barriga, Garotão encostando o ouvidinho na barriga pra ouvir (ou sentir?) o neném mexendo... a coisa mais gostosa do mundo!

Ainda não sei exatamente o que se passa pela cabeça do Garotão nesses momentos, o que sei é que esses momentos gostosos tem se repetido e nós temos curtido bastante.