segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A outra "Tia Rose"

Sempre nos perguntamos quando o Garotão tomaria conhecimento de Deus.  Não o ensino de pai pra filho,  mas como é que ele teria experiência com Deus.  Sabemos que uma das características do autismo é a dificuldade de entender algo que não se pode ver... Como então explicar o Amor de Deus?

Em meio a todas as lutas pela nova estagiária,  nós não deixamos de buscar socorro no Senhor. E, claro,  convidamos e envolvemos o Garotão nessa luta.

Quando fui explicar pra ele como orar, eu disse pra ele pedir a Papai do Céu uma "outra Tia Rose". E passamos a semana orando essas palavras. Pois bem, quando chegamos na segunda feira, descobrimos que a nova estagiária tinha chegado. E ela se apresentou:
Rosemeri.

Eu fiquei boquiaberta com a forma concreta que Deus está se revelando ao Garotão. Sim, Deus quer ter um relacionamento pessoal com ele e está se apresentando de forma concreta. Como Jeová-Jire, o Deus que provê exatamente o que o Garotão precisa e exatamente o que ele pediu.

É lindo ver que o Garotão está tendo suas próprias experiências com Deus e que podemos ajudá-lo a se aproximar ainda mais.