quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Cuidado neném!!!



Amarás o teu próximo como a ti mesmo. 
Mateus 22:39
O nosso garotão e o nosso bebezinho estão crescendo... aqui a barriga já está começando a aparecer e o garotão ama apontar o neném na barriga. Ainda fico toda boba quando ele apresenta a família toda incluindo o neném.

Apesar desse amorzinho todo, estamos com uma dificuldade para lidar. Nosso Garotão não entende que certas brincadeiras que nós fazíamos antes da gravidez não podem ser feitas hoje porque pode machucar o neném. Imagina explicar para uma criança que não dá mais para pular na barriga? E ainda, pra uma criança com desordem sensorial em relação à dor...

Por exemplo: hoje o nosso Garotão veio correndo pela casa, pisou num brinquedo, escorregou e foi de joelho na porta. Eu saí correndo, peguei-o no colo, mas ele já desceu correndo para brincar de novo. Perguntei se fez dodói, mas ele ignorou. Como explicar pra ele que se pular na barriga vai fazer dodói no neném?

Aí, eu falo com ele: Cuidado neném! Ele morre de rir e tenta pular na minha barriga de novo... para ele, falar ‘Cuidado neném!’ é como fosse uma brincadeira... ele morre de rir. Ele não consegue compreender a extensão dos atos dele. Tudo é uma grande brincadeira!
Apesar disso, ainda carrego o meu garotão no colo (só quando não estou morta de cansada), deixo ele deitar em cima de mim (evitando joelhadas na barriga), enfim, tento não mudar tanta coisa de uma vez só.

 Muitas pessoas que sabem que estou grávida e me veem carregando o garotão me dizem que eu não posso carregá-lo por causa do neném. Acho que é muita carga para o nosso Garotão perder as coisas por causa do neném... Ele tem que amar o neném, conhecer o neném. Sim, as coisas irão mudar, mas que ele nunca veja que perdeu a mamãe ou o papai e sim, veja que ganhou um presentão: o neném!