terça-feira, 3 de novembro de 2015

Mães choram sim!

Hoje (03.11.15), minha filha resolveu brincar de ser minha mamãe.  E, como estávamos na clínica onde meu filho faz terapia,  tinha mães,  terapeutas e outros observando a brincadeira.  Em dado momento,   Princesa se machucou e veio chorando pro meu colo. Então ouvi a frase: "Chora não!  Se você é a mãe,  você não pode chorar! "
Imediatamente retruquei: "chora, sim, filha!  Mamãe chora sim!"
E logo veio uma nova resposta: "ah, mas não pode demonstrar fraqueza!"
Minha Princesa, vou te contar uma coisa e não deixem te convencer do contrário, principalmente se você for mãe.  Você já viu: Mamãe chora e as mães podem chorar e não precisamos esconder de ninguém que choramos.
Os motivos pra chorarmos são muitos,  desde porque chutamos a parede com o dedinho do pé,  até porque estamos cansadas e vocês resolvem que não querem dormir. Choramos quando vocês adoecem e a única solução é a oração. Choramos quando queremos dar o melhor pra vocês e nem sempre conseguimos. Choramos quando temos que sair e deixar vocês seja pra trabalhar e até mesmo pra nos divertirmos sem vocês.  Choramos quando temos medo do hoje e também do futuro. Choramos quando vocês tem as famosas "birras" e não conseguimos entrar em acordo. Choramos quando não somos a mãe que sonhamos ser e somos confrontadas com o sentimento de incompetência.
Choramos quando percebemos que esses momentos às vezes tão difíceis vão passar e vão deixar saudades.
Chorar não é fraqueza,  não podemos nos esconder porque estamos chorando.  Quando você chorar,  você vai ganhar um presente chamado "Abraço Junta Pedaço", que sem falar nada,  te coloca no lugar e te dá uma força inimaginável.  Chorar não te faz menos guerreira, mas levanta outras guerreiras pra te ajudar no caminho da maternidade.
E, minha filha,  quando você for mamãe e eu for vovó,  sempre que a maternidade te fizer chorar,  quero poder te dar um abraço que te ajude nos momentos mais difíceis e já oro para que Deus levante irmãs que também tenham o poder de te consolar.  E também que você nunca esqueça que o seu abraço tem o poder de juntar os pedacinhos de outras mamães...
Então,  filha,  seja livre pra chorar
..