terça-feira, 18 de junho de 2013

E a escrita? Começou!!!


Há uns 15 dias atrás postei da dificuldade que estávamos tendo do Garotão (4 anos) em se aproximar de um lápis, lembram (postei aqui, que tal dar uma olhadinha?)? Inclusive a psicóloga tinha dito que, no momento que ele quebrasse essa barreira, ninguém o seguraria mais.
Queríamos que o Garotão  gostasse de pintar, de se expressar através de rabiscos, pinturas e que essas expressões ficassem registradas. E, desde esse domingo (16.06.13) esse Garotão deu esse passo.
Pela manhã, não fomos à igreja e fizemos dever de casa com o Garotão. Na verdade, enquanto eu amamentava a pequena (2 meses), o papai fazia o dever de casa com o rapaz. O dever era pintar as letras do nome dele... e ele pintou lindamente!
De noite, fomos à igreja e o Garotão pintou o material que a tia tinha preparado para a salinha. E ainda, brincou de massinha (coisa que ele não gosta) e fez um banco e uma boneca (ele disse que era um banco e uma boneca). E ainda, com o ‘cabelinho’ da banana, ainda fez um ‘P’.



Estávamos pensando que havia sido apenas uma pérola, então hoje, pela manhã, no Atendimento Educacional Especializado, o Garotão pintou o desenho que a professora tinha providenciado. Juntamos todos, filmamos, fotografamos, nos arrepiamos e choramos... Parece pouco, né? Mas foi tão emocionante! O incrível foi ver que o Garotão tem noção total de limite...


E hoje, ele rabiscou a agenda do pai. Sei que eu seria algo que mamães normais surtariam, mas nós, fizemos tanta festa, achamos lindo! Afinal, uma criança que goste de rabiscar é um grande presente!!
Estamos festejando, e festejando muito!
O caminho até a escrita ainda é longo, mas tudo bem... ele só tem 4 anos, e está vivendo incrivelmente o momento em que pintar foi muito bom!



Quando o SENHOR trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham.
Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o SENHOR a estes.
Grandes coisas fez o SENHOR por nós, pelas quais estamos alegres.
Traze-nos outra vez, ó SENHOR, do cativeiro, como as correntes das águas no sul.
Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria.
Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. 
Salmos 126:1-6