segunda-feira, 13 de julho de 2015

Autismo – Sonhando com o Futuro


“E agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, lá passaremos um ano, negociaremos e ganharemos.
No entanto, não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois um vapor que aparece por um pouco, e logo se desvanece.
Em lugar disso, devíeis dizer: Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo.”
Tiago 4:13-15

Esses dias, tive um sonho tenso. Queria chamar de pesadelo... mas, talvez não seja um pesadelo, mas talvez apenas um medo escondido dentro do coração.
No sonho, estávamos em nosso condomínio, saindo do carro. E o Garotão, não era mais um Garotão, mas um rapaz enorme, já com uns 14 ou 15 anos. Lindo, alto, mas alto do que eu e o pai (o que não será muito difícil).  Foi muito gostoso vislumbrar a beleza do meu filho adolescente.
Quem dera que o sonho fosse apenas esse vislumbre... No sonho, eu estava dizendo, para aquele adolescente lindo:
“Garotão, não corre, anda aqui do meu lado. Se você correr, não vamos ao shopping.”
Sim, vi o meu filho tão grande, mas agindo como criança. Acordei em prantos.
Fiquei pensando porque esse sonho me abalou tanto. Simples: guardo no coração a  esperança de que o Garotão terá um desenvolvimento incrível de forma que a sua dificuldade não afetará a sua independência.
Todos falam que o Garotão tem grandes chances de levar uma vida normal, mas não há garantias. Por mais que ele faça tratamentos, terapias, não dá pra saber o que o futuro nos espera. Claro, a esperança é que o Garotão tenha um desenvolvimento tão espetacular que o autismo não venha a atrapalhar o seu futuro. E, sempre procuro me mostrar otimista, sugerindo que tenho total confiança que o Garotão será totalmente independente.
E, se não for assim?
Sinceramente, não sei.
E desde o sonho, isso fica martelando em minha mente. Como será o futuro? Só me resta... descansar em Deus. Não, não é fraqueza da minha parte dizer que o futuro me preocupa, me amedronta. Só é mais uma oportunidade de reconhecer que o futuro a Deus pertence...